Fala pra ele. Que ele é um sonho bom. Que mudou o tom da tua vida.
Cícero.   
Não entendo por qual motivo buscamos uma palavra para tudo. Existem coisas sem nome. Sentimentos, ações, pensamentos. E tudo bem, sabe? Tudo bem mesmo. Nem tudo precisa ser nomeado ou registrado. Se você não sabe o que dizer, não diga nada. Ou então invente uma palavra bem esquisita. Só não vale dizer qualquer palavra pronta que vem na cabeça, pois o que a gente diz às vezes magoa os outros.
Clarissa Corrêa. 
Não sou nem quero ser o seu dono. É que um carinho às vezes cai bem. Eu tenho os meus desejos e planos secretos. Só abro pra você, mais ninguém.
Sozinho, Caetano Veloso.
Afinal, o que é mesmo amar? É escolher uma pessoa entre milhões de especies disponíveis no mundo e elegê-la ao cargo máximo de estar única e exclusivamente ao seu lado.
Tati Bernardi.   
Engole teu coração e se ama por dentro.
Caio Fernando Abreu.
Quando tudo vai bem é porque chegou a hora de alguma coisa dar muito errado.
Gabito Nunes.  
Se tirar o “amor” da palavra “namorada” o que resta?

uma piriguete com ele

Aos 14, eu conheci a garota mais linda da minha cidade. Aos 15, nós tivemos uma briga terrível e não nos falamos por 1 ano. Aos 16, reencontrei ela em um supermercado, 5 minutos de conversa e eu me vi apaixonado. Aos 17, eu comecei a namorar com a garota mais bonita da cidade. Aos 22, eu fiquei noivo da mulher mais linda do país. Aos 25, eu estava casado com a mulher mais linda do mundo. Aos 27, eu tive um filho com a mulher mais madura que já conheci. Aos 29, eu tive uma filha, a filha mais linda da cidade. Aos 40, eu fiz 15 anos de casado com a mulher mais interessante do universo. Aos 50, eu percebi que nunca tinha tido olhos para outra, nesse mesmo ano, eu percebi que eu era um homem realizado. Aos 60, eu vi a mulher mais linda do mundo continuar sendo a mulher mais interessante do universo. Aos 76, eu senti falta dessa mulher, a mulher mais incrível do mundo, agora só existia em fotografias. Aos 78, eu senti que não tinha mais vida sem ela; nesse mesmo ano, eu me entreguei para viver a eternidade ao lado dela, seja lá onde fosse.
Autor Desconhecido.     
Ainda bem que nos meus sonhos ninguém pode dar palpite.
Anota aí: Devemos dar valor a quem merece, e a dar amor somente em aqueles que te aquece. Porque aqueles que estão contigo nas horas mais frias e difíceis de sua vida, eles sim merecem seu amor verdadeiro.
— Falsoprince. 
Assim que o amor entrou no meio, o meio virou amor.
— Los Hermanos.  
Passou, porque tudo passa e o que não passa a gente finge que esquece, deixa de lado, deixa o tempo cicatrizar, larga mão, entende?
Clara Brandão
Na maioria das vezes, as coisas realmente bonitas e importantes acontecem em uma segunda-feira. Ou, quem sabe, às 18:37 de uma quarta preguiçosa. Quem sabe ainda, em plena manhã de sábado, aquela que costumávamos passar dormindo. Na maioria das vezes, as melhores palavras estão longe de serem ensaiadas e os momentos mais marcantes não têm data escolhida. Simplesmente, acontecem. Assim como um fruto que cai de repente da árvore e que, por isso, pode acertar nossa cabeça ou levar-nos à descoberta da gravidade. As coisas que valem à pena, geralmente, não têm hora marcada, plano ou roteiro, são espontâneas e, ainda por cima, de graça. Guarde isso: Os melhores momentos são aqueles que, se te perguntam a hora, você não se lembra, mas, em compensação, lembra de cada segundo.
Rio doce.   
Eu desabo, quando me calo.
Rosa de Saron.
Eu tenho esse hábito, na hora do pôr-do-sol ou do nascer dele mesmo refletir sobre a vida, a minha vida. Hábito de pedir e orar a Deus, “falar” do que gosto e do que não gosto. Do que já me fez bem, de quem me fez menos bem. Mergulho nas memórias que são difíceis de esquecer e selecciono o melhor e o pior, no final concluo quem não quero mais, quem eu quero mais que tudo e inúmero um monte de desejos que gostava que se concretizassem. Oxalá ele tenha tempo para mim.
— Sara Tavares